XXII Encontro ABEL - Planejamento no Projeto Pedagógico

A pedagoga e servidora da Câmara Municipal de São Paulo, Fátima Elizabeth Thimóteo, palestrante no XXII Encontro, discorreu sobre o planejamento do Projeto Político Pedagógico e explicou o conceito de planejar e decidir o que deve ser feito. “A essência de um projeto pedagógico é pensar e decidir os meios, as metas, o acompanhamento do processo que vai se dar em uma organização que pratica educação”, disse.

Fátima esclareceu ainda que a ideia de projeto vem de conceito, esboço, proposta, concepção. “O projeto político pedagógico é um instrumento para a gestão acadêmica e administrativa. Dá o rumo, a direção, pode ser expresso como nosso plano de voo. A gente tem os meios de fazer, a gente sabe onde quer chegar. Esta ideia vai nortear toda a construção de um projeto pedagógico de uma escola”, relata. Uma característica fundamental é que o projeto pedagógico só vai fazer sentido se tiver autoria, domínio e responsabilidade do coletivo de uma organização, ou seja, deve ser pensado por todos os envolvidos na organização, não apenas a equipe de direção da instituição. “O projeto pedagógico é um direito e um dever da escola. É algo que o grupo pensa, executa, avalia, replaneja e se compromete com aquilo”, ressalta Fátima.

Foi também abordada a importância de se transformar a visão e o conjunto de valores estabelecidos em ações concretas das pessoas e seguir etapas fundamentais, as quatro fases de elaboração do projeto político pedagógico: diagnóstico dos aspectos pedagógicos, administrativos, financeiros/orçamentários, jurídicos, políticos; identidade da escola; planos de ação; avaliação e acompanhamento.


Fotos:
Reportagem: Mariana Alvarenga