Escola de Pouso Alegre forma a Rede de Educação Governamental Mineira

A Câmara Municipal de Pouso Alegre recebeu 16 Câmaras da região para discutir “Cidadania e Controle Social”. A reunião foi promovida pelo Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, a Câmara de Pouso Alegre e a Câmara de Monte Sião. Na reunião, a criação de uma rede entre as escolas de governo da região para a cooperação e o fortalecimento das escolas. Ao todo, 50 legisladores e servidores participaram do encontro. Cada Câmara apresentou

sua experiência na formação cidadã e como atua com suas escolas do legislativo. As que ainda não têm escola expuseram suas dificuldades. A rede de cooperação, que ganhou o nome de Rede de Educação Governamental Mineira, definiu um calendário de ações e publicou uma carta de objetivos e ações da Rede.

A coordenadora da Escola de Contas do TCE-MG, Natália Araújo, salienta os avanços do encontro com a criação Rede de Educação Governamental Mineira. “O envio de palestrantes, cursos de formação e até a possibilidade de cursos de pós-graduação a distância são alguns dos maiores benefícios para as Câmaras da região. Essa troca de conhecimento é fundamental para o fortalecimento das escolas de governo, legislativo e de contas”.

Para a coordenadora da Escola do Legislativo de Pouso Alegre, Madu Macedo, a criação da rede de cooperação traz importantes ferramentas para todas as cidades envolvidas. “Mais uma vez, para Pouso Alegre é uma grande honra e alegria sediar um encontro que trará resultados tão promissores para as Câmaras da região e, principalmente, para o fortalecimento da educação para a cidadania”.

Para Lucas Silvério, coordenador da Escola do Legislativo de Monte Sião, a iniciativa é uma excelente oportunidade de fomentar as escolas. “Nós tivemos muito apoio para criar a nossa Escola do Legislativo e já estamos colhendo frutos. Hoje, receber as demais Câmaras é uma excelente oportunidade de ampliar essa ação”, explica Lucas.

A presidente da Câmara de Santa Rita de Caldas foi uma das 50 participantes do encontro e se diz otimista com a possível criação de uma rede de cooperação. “Nós criamos nossa Escola do Legislativo no ano passado e vemos aqui uma grande ferramenta para tornar esse trabalho de despertar para a cidadania ainda maior. Esse é um trabalho que faz a diferença na vida das pessoas, no dia a dia das cidades”, conta a vereadora.