XXIV Encontro - As Escolas organizadas em Redes

  Com o tema "As Escolas do Legislativo e de Contas e suas Redes: Experiências e Desafios", o consultor da Escola da Assembleia de Minas Gerais, Guilherme Wagner Ribeiro, apontou um estudo que mostra algumas iniciativas já existentes de organização das Escolas em redes, sejam estaduais ou regionais, por sua natureza ou categoria, como a Rede Nacional de Escolas de Governo que

reúne instituições de ensino federais, estaduais e municipais de administração pública e escolas de governo vinculadas aos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário coordenada pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap); a Associação das Escolas do Legislativo e de Contas (Abel) que reúne Escolas, centros de treinamento, institutos de estudos e pesquisa e entidades vinculadas ao Poder Legislativo brasileiro, nos níveis federal, estadual e municipal, incluindo tribunais de contas para promover o aperfeiçoamento das atividades legislativas por meio de eventos educativos voltados para servidores públicos; como a Rede de Escolas de Formação de Agentes Públicos de Minas Gerias (Reap-MG) que reúne Escolas de governo de órgãos públicos federais e estaduais, com atuação em Minas Gerais.

A importância das organização das Escolas em redes é sua integração e consolidação como centros de difusão e compartilhamento de conhecimento; experiências; boas práticas de formação, qualificação e aperfeiçoamento educacional e profissional de servidores públicos, incentivando também a produção de conteúdo em ambientes virtuais sobe o Poder Legislativo. Guilherme Ribeiro ainda destacou que estas redes não podem se restringir aos dirigentes de Escolas, devem também envolver todos os agentes públicos a serviço da educação para o Legislativo, seja em eventos presenciais ou a distância.