15 anos da Escola da Assembleia de Santa Catarina - pioneirismo e modelo na Educação Legislativa

Criada em dezembro de 2000, a Escola do Legislativo "Deputado Lício Mauro da Silveira", da Assembleia catarinense, comemorou seus 15 anos em sessão especial do dia 1º, presidida por seu presidente, deputado Romildo Titon. Entre os

homenageados, os ex-presidentes, os ex-deputados Gilmar Knaesel, seu idealizador e o primeiro presidente, Joares Ponticelli, o primeiro presidente, e a ex-diretora Carla Maria Evangelista Vieira Pedrozo, que esteve à frente da Escola até recentemente e foi a grande responsável pela projeção que a instituição conquistou ao longo dos seus 15 anos de funcionamento.

O coordenador da Escola do Legislativo, Antoninho Tibúrcio Gonçalves, apontou que mais de 150 mil participantes dos cursos da Escola do Legislativo já foram certificados e que, a partir do ano de 2016, novos projetos ligados à defesa dos direitos das pessoas com deficiência serão postos em prática: "A educação é a única saída para o desenvolvimento sustentável", afirmou.

O presidente da ABEL, Florian Madruga, também marcou presença e destacou a Escola catarinense como um modelo a ser seguido pelos demais Estados brasileiros, já que foi pioneira na Educação Legislativa e nas atividades abertas à comunidade: “Eu abracei a causa das Escolas do Legislativo e, desde o início, percebi que essas instituições não se limitam a trabalhar intramuros. Santa Catarina foi uma das primeiras Escola a se abrir aos cidadãos em geral. Se hoje temos tantas Escolas do Legislativo no país, o grande mérito é das primeiras Escolas, dentre elas a Escola Deputado Lício Mauro da Silveira".